Atlético perdeu por 2 a 0 para o Bahia

Em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético perdeu por 2 a 0 para o Bahia, na noite desta quarta-feira, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

O Galo pressionou durante toda a partida, mas não conseguiu furar o bloqueio do time baiano.

Com o resultado, o time alvinegro se manteve com 20 pontos e ficou em 11º lugar na tabela.

Na próxima rodada, o adversário será o Vasco, domingo, na Arena Independência.
Fotos: Bruno Cantini / Atlético

O JOGO

O Atlético levou perigo pela primeira vez no arremate de Marlone, a bola desviou no zagueiro e foi parar as mãos do goleiro Jean. Em seguida, Rafael Carioca arriscou de longa distância e Jean fez a defesa.

O árbitro marcou pênalti de Fred sobre Zé Rafael, aos onze minutos. Juninho fez a cobrança no canto esquerdo de Victor e abriu o placar para o Bahia.

Aos 21, Gabriel chutou da intermediária e a bola saiu perto do travessão. No minuto seguinte, Cazares recebeu passe de Marlone na grande área, passou pelo zagueiro e concluiu para a defesa de Jean.

Cazares sofreu falta perto da área, aos 25 minutos, ele mesmo cobrou e mandou para fora. Aos 29, Marlone cruzou pela esquerda, Fred recebeu a bola, finalizou e acertou a trave após desvio na cabeça de Lucas Fonseca.

Fábio Santos sofreu falta na linha de fundo pela esquerda, mas o cruzamento para a área foi cortado pela zaga visitante. No ataque seguinte, Rafael Carioca cruzou e Fred cabeceou para a grande defesa de Jean. Aos 41, Victor fez boa defesa no chute de Vinícius.

Marlone pegou a sobra de bola na área, aos 44 minutos, matou a bola no peito e concluiu para fora. Na última chance da primeira etapa, Fábio Santos cruzou pela esquerda e a bola atravessou a grande área.

SEGUNDO TEMPO

O Galo voltou para a segunda etapa com Luan no lugar de Rafael Carioca. Logo com um minuto, Cazares cruzou pela direita, Fred cabeceou e o goleiro Jean fez ótima defesa. Em seguida, Fábio Santos cruzou pela esquerda e a defesa baiana fez o corte pelo alto.

Aos dez minutos, Fred foi derrubado em disputa de bola com o zagueiro Tiago e a arbitragem mandou seguir o lance. Logo depois, Marlone foi substituído por Valdívia, que tentou finalização de fora da área e a bola explodiu no defensor baiano.

Cazares também tentou chute de longa distância, por cima do gol. Aos 15 minutos, Cazares cruzou e Luan cabeceou para outra boa defesa de Jean.

O Atlético pressionava e, aos 18, Elias ganhou a jogada na entrada da área, mas foi travado na hora da finalização.

Aos 23, Rafael Moura entrou no lugar de Elias. Valdívia cobrou falta pela direita, Luan desviou de cabeça e Gabriel quase marcou de cabeça, mas a bola saiu rente à trave.

Cazares fez novo cruzamento pela esquerda, Rafael Moura escorou de cabeça e a defesa do Bahia conseguiu a interceptação. Em novo levantamento de Cazares, o zagueiro conseguiu afastar o perigo antes da chegada de Rafael Moura.

O Galo seguiu pressionando em vários cruzamentos, todos cortados pela defesa baiana. Aos 41, Cazares chutou colocado de fora da área para nova defesa Jean. No minuto seguinte, Juninho fez o segundo do Bahia. O Galo quase diminuiu em chute de Marcos Rocha, mas o goleiro Jean fez a defesa após desvio no zagueiro.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 0 x 2 BAHIA
Motivo:
 Campeonato Brasileiro – 15ª rodada
Data: 19/07/2017
Hora: 21h45
Estádio: Arena Independência
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gols: Juninho (12’ – 1ºT) (42’ – 2ºT)
Público: 12.177
Renda: R$307.440,00
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (CBF-SP)
Auxiliares: 
Anderson José de M. Coelho (CBF-SP) e Bruno Salgado Rizo (CBF-SP)
Cartões amarelos: Bremer, Victor, Fred, Adilson (Atlético); Matheus Reis, Éder, Matheus Sales, Jean, Eduardo (Bahia)
Cartão vermelho: Eduardo (Bahia)

Atlético
Victor; Marcos Rocha, Gabriel, Bremer e Fábio Santos; Rafael Carioca (Luan), Adilson, Elias e Cazares; Marlone (Valdívia) e Fred. Técnico: Roger Machado.

Bahia
Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Matheus Sales, Juninho, Vinícius (Éder) e Zé Rafael (Ferrareis); Mendoza e João Paulo (Régis). Técnico: Jorginho.

Assesssoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas